sexta-feira, 11 de abril de 2008

Vem Amar

Tenho os Dedos encravados na Terra,

Coraçao escolhendo a Semente

Vai Brotar!

Tenho Sol, despontando Alegria

Em seu ventre será a rainha do dia.



Sai das entranhas do peito,

corre além da montanha

Sopro e pautas ecoam

Soltas no tempo ...


a Voz

genuina e Feroz

carregando trovões



que encontram ....
(ana diniz ) en-catando.

3 comentários:

Alê disse...

Já vou! Espere-me...

Bom fds! Namastê!

Thais Goetz disse...

Seu blog cheira limão!


=D

semana linda pra vc!

Fabrício Persan disse...

Gente, adorei esse poema quase concretista !
Adoro a desorganização das palavras numa harmonia !!!
LindO

ABÇoo